Estratégias de gestão financeira para restaurantes: conheça as principais


Existem muitas estratégias de gestão financeira para restaurantes. Quem tem um empreendimento do tipo precisa aprender como gerenciá-lo adequadamente para poder garantir mais sucesso no seu negócio.

Para se ter uma ideia, atualmente metade das empresas que nascem no Brasil fecham as suas portas 4 anos depois. Uma das razões para esse alto nível de falência de empreendimentos no país é justamente a baixa capacidade de gestão dos seus empreendedores e administradores.

Se você não quer repetir esse destino e quer evitar a falência do seu negócio, precisa conhecer as melhores estratégias de gestão financeira para restaurantes. Veja algumas das principais a seguir!

Explorar novos meios de venda é uma das estratégias de gestão financeira para restaurantes

Antigamente, para um restaurante poder lucrar, ele precisava ter gente dentro do seu salão. No entanto, com o avançar do tempo, novos meios de venda surgiram e eles não só podem, como devem ser explorados pela sua empresa.

Isso é importante porque explorar mais meios de venda garante que você terá várias fontes de renda diferentes, o que dará mais estabilidade ao seu negócio. Se uma delas for mal, a outra poderá ir bem.

Um exemplo disso foi a pandemia do novo coronavírus. Como as pessoas não puderam sair de casa por um determinado período de tempo, os restaurantes que dependiam da presença dos clientes acabaram tendo mais dificuldade nesses meses. Do outro lado, quem tinha uma operação de delivery já conseguiu resistir um pouco mais pois foi capaz de vender dessa forma.

Portanto, é essencial explorar novos meios de venda constantemente, mesmo que você não venda as mesmas coisas. Por exemplo, pode trabalhar apenas com o delivery de bebidas em Rappi e outros aplicativos, enquanto você vende seus pratos normais no salão. Além disso, é possível vender cursos, kits, equipamentos e muito mais.

Planejamento regular é essencial para uma boa gestão financeira do restaurante

Um segundo ponto essencial para uma boa gestão financeira de restaurante é o planejamento. Afinal, muito do dia a dia do local depende de uma relação com o tempo e com a capacidade de se adaptar a ele.

Portanto, é essencial fazer um bom planejamento de demanda, de estoque, de preços e muito mais. Isso garante que a sua empresa não terá nem falta de material e nem será pega de surpresa em algum momento por uma situação imprevista.

Além disso, o planejamento permite que seja possível crescer o seu negócio. Afinal, é essencial planejar metas de curto, médio e longo prazo de modo a conseguir expandir o restaurante, ter fontes de renda mais estáveis, criar novas receitas, abrir filiais e crescer no geral.

Portanto, acostume-se a fazer planos de todos os tipos e para todos os prazos possíveis, de modo a conseguir evitar armadilhas e faturar mais.

Controle de estoque e de fluxo é uma estratégia vital para ter sucesso financeiro

Um contexto muito comum para um restaurante é ter de lidar com o seu estoque de alimentos e ingredientes. Isso porque um estoque estragado é dinheiro perdido e é necessário mais moeda para poder repô-lo.

Portanto, há uma conexão direta entre o controle de estoque de um restaurante e um fluxo de dinheiro saudável e positivo. Dessa forma, é essencial que haja um controle preciso do estoque, usando softwares avançados e boas práticas de gestão para garantir que não haverá desperdício de produtos e nem perdas desnecessárias.

Bom aproveitamento do tempo do cliente na mesa é essencial para o sucesso financeiro

Uma última dica que é de grande valor para uma boa gestão financeira de restaurantes é que se faz necessário saber como aproveitar bem o tempo do cliente na mesa no salão. Isso porque a máxima de que tempo é dinheiro é muito verdadeira no ramo alimentício.

Quanto mais tempo um cliente passar no seu salão, maiores as oportunidades dele consumir. No entanto, isso não significa que o ideal seja manter as pessoas o máximo de tempo possível na mesa. Se o cliente não for consumir, então a presença dele ali impede que outro cliente sente-se e possa consumir.

Portanto, é essencial que o restaurante tenha muita habilidade social para poder fazer com que seja possível explorar o tempo dos clientes da melhor forma possível. É importante incentivar que o cliente fique na mesa por muito tempo consumindo mas, caso não esteja consumindo, é importante incentivá-lo a sair de lá para dar lugar a outro consumidor.

Isso deve ser feito de maneira estratégica e com muita habilidade social para não causar danos na relação com os clientes, mas sem prejudicar a habilidade de faturamento da empresa.

Essas são as principais estratégias de gestão financeira para restaurantes. Ao utilizá-las, ficará mais fácil para o seu negócio manter as portas abertas, mesmo ultrapassando um período difícil como o de uma pandemia.

Gostou do conteúdo? Então não esqueça de deixar a sua opinião em um comentário abaixo!